8.9.10

O rapaz, ainda desconhecido, levou Echo pelo braço até a um sítio isolado do pátio da escola. Encostou-a a uma árvore com alguma força:

- Au! - Echo deu um berro.- O que é que queres?! Não te conheço de lado nenhum e... - O desconhecido interrompeu-a com uma voz assustadora:

- Ouves vozes na tua cabeça? - Disse ainda agarrando o braço da rapariga.

- Larga-me! - tentou largar-se do aperto, mas ele parecia bem mais forte que ela.

- Responde! - ele parecia bem desesperado pela resposta de Echo - Por favor... - largou-a finalmente e baixou o tom de voz.

- Vozes como? - Disse , esfregando o braço energicamente como se doesse muito. - Podias ser mais gentil, não?

-  Nos teus sonhos, Echo! Responde!

- Primeiro, como é que sabes o meu nome? Responde agora tu! - Quase que berrava. Aquele interrogatório deixava-a furiosa.

- Isso, não interessa agora. Responde à minha pergunta.

- Sim , ouço! Mas o que é que isso interessa?

- São de um rapaz?

- Acho que sim... - Echo ficou muito assustada e começou a pensar: " O que é que ele quer se mim? Tenho medo... Quero sair daqui!"

- Não fiques assustada. Não fujas, por favor. - Echo engoliu em seco e começou a fugir a cada movimento do desconhecido. Só pensava em sair daquele local o mais rápido possível.

- Sou o Kyle. Sou o rapaz dos sonhos. - Aquela fora a última gota. Estava a morrer de medo. Ficou como pedra.

- T-tu?! - gaguejou e começou a afastar-se dele lentamente até a uma das portas de entrada. - Tu és o Kyle?!

- Não fujas! Quero falar contigo.

- Pois, mas eu não quero! - Correu o mais rápido possível. Corria com todas as forças só pensando em ver aquele rapaz longe. Entrou dentro do edifício ofegante e parou para respirar perto do seu cacifo.

Kyle tinha seguido Echo até lá. Estava naquele momento atrás dela. Quando ela notou a sua presença a campainha tocou, estridente. Echo sentiu um arrepio. As vozes na sua cabeça ecoavam fortemente. Diziam: " Perdoa-me" " Sou o Kyle" " Fui estúpido em entrar nos teus sonhos" " Não tinha o direito".


Echo e Kyle continuavam a a olhar um para o outro. Enquanto ele entrava na sua mente, Florence apareceu de repente e interrompeu o transe:

- Olá!- Echo olhou para ela amavelmente e disse:

- Olá.

- Soube agora que temos aula juntas. Inglês. Acho que o Kyle também tem. - Ao pronunciar o seu nome, Florence lançou-lhe um olhar duvidoso, como que se desconfiasse dele - Parece que já o conheces. Vamos?

- Claro! - tentou mostrar algum entusiasmo, mas não saiu com esperou. Eles seguiu - as de longe, para manter distancia. Durante todo o caminho as vozes atormentavam-na: " Perdoa-me" " Quero falar contigo, por favor."

 

Este é o final - definitivo - do primeiro capítulo, espero que tenham gostado!

Para o próximo capítulo vou escrever sobre outra personagem. Para saberem quem é, leiam o próximo capitulo!

link do postPor Miley_Bella, às 20:15  ver comentários (2) comentar

7.9.10

Echo Summers subiu a longa escadaria de Britannia High em San Francisco.

Tudo para ela era novo e diferente. Tinha trocado as maravilhosas e verdejantes paisagens de Aberdeen pela Califórnia. Era simplesmente diferente.

Entrou pelas enormes portadas verdes e de imediato foi abordada por uma rapariga lindíssima de cabelos castanhos e olhos achocolatados. A rapariga sorriu-lhe amavelmente e disse:

- Olá, sou a Florence. Tu deves ser a rapariga nova escocesa!

- Olá... - disse timidamente. Echo era bastante tímida, demasiado introvertida.

- Nunca fui à Escócia! Deve ser espectacular! Já... - antes de acabar a frase, uma rapariga loira com um um vestido azul florido interrompeu o entusiasmo de Florence:

- Enzie, a falar com estranhas? Enfim. Vem comigo já.

- Mas Brigitta, é a rapariga nova! Aquela da Escócia. Achei que podia dar as boas vindas... - Florence ficou de cabeça caída, como o que tinha feito fosse pecado:

- Ah tu és aquela da santa terrinha? Bem vinda ao inferno, fofa. Vamos Enzie!

- Claro, o que quiseres.- Continuava com a cabeça baixa. De repente virou-se para trás e deixou cair um papel que Echo apanhou e guardou, sem ler.

Continuou o seu caminho até o interior do edifício.

Todos sussurravam à medida que ela passava pelos corredores cobertos de olhares intimidantes.

Até que um rapaz com ar melancólico, isolado de tudo e todos a olhou fixamente e disse em voz alta:

- Não precisas de ficar incomodada - Echo virou-se e viu um rapaz com olhos azuis que a atraíam para ele. Tinha vontade de ir para perto dele. Uma vontade súbita atingiu as sua pernas que começaram a andar contra a sua vontade, sentia-se hipnotizada. De repente parou ele disse:

- Olá, Echo - Echo sentiu-se estranha, como se tivesse saído de um transe. Como é que ele sabia o seu nome? - deixa-me levar-te para um sítio fora desta confusão.

 

CONTINUA****

O que achaste? dá-me a tua opinião sincera!

bjs, Maddy

link do postPor Miley_Bella, às 13:29  comentar

Olá! Maddy's here!

Vou fazer a introdução das minhas personagens.

ps: Alguns dos personagens têm fotos de famosos. É difícil encontrar fotos de determinadas pessoas.

 

Echo Summers

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Echo é uma rapariga de 16 anos que vem da Escócia.

 

Aimee Lockhart

 

 

 

 

 

 

Aimee é a típica punk girl. Estranhamente simpática. Tem 16 anos.

 

Florence Brown

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Florence, uma rapariga indie. Embora não o demonstre muito, graças à sua amiga abusiva, Brigitta, que não a deixa exprimir a sua criatividade.

 

Brigitta Cooper

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Brigitta é a típica convencida. Loira, inteligente, bonita e arrogante. Embora esconda a sua verdadeira face.

 

Kyle Maximmus

 

 

Kyle é um anti-social, ninguém quer estar perto dele. Kyle esconde um grande segredo.

 

Finley  " Finn" Cullum

 

 

Finley, nerd puro. Rato de biblioteca, génio, mestre das tecnologias. Introvertido e sem jeito para lidar com raparigas.

Mas Finn esconde alguns segredos.

 

Bartholomeus "Bart"  Thor

 

Bart é um aluno de intercâmbio vindo da Suécia. A sua família americana é - por coincidência- a família de Florence Brown.

 

 

Patrick Armstrong

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Patrick é descendente de pais irlandeses. Gosta de festas e raparigas. O seu melhor amigo é Finley.

 

O que acham? Espero que gostem.

Vou tentar escrever a melhor fic possível!

bjs,

Maddy

link do postPor Miley_Bella, às 12:57  comentar


 
mais sobre mim
Fevereiro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28


arquivos
2011

2010

blogs SAPO